De malas feitas para a Invicta!


Nunca pensei, que fosse tão cedo, mas dizem que as coisas inesperadas são as melhores. Posso dar quase por concluída uma das minhas metas para este ano: visitar o Porto. O post completo de metas (Aqui).

Tudo começou há umas três semanas, quando alguém me disse: "Vamos fugir, vamos ao Porto", não levei a coisa lá muito a sério, mas nessa noite já estava a comprar os bilhetes de avião e com alojamento escolhido. Há pessoas que se atiram de cabeça, eu atiro-me mesmo de corpo inteiro.
A ideia era não contar nada a ninguém, e apanhar as pessoas de surpresa, mas não aguentei, quando há um grupo de amigas no caminho, a coisa fica complicada.

Quem me conhece, sabe que passo a vida a fazer autênticos guias turísticos, desde pesquisar voos, alojamento, restaurantes a visitar, portanto já tinha ideia dos preços em termos de transporte, alojamento e todos os derivados.
A escolha de transporte foi para o avião, por duas razões: rápido e barato. Ao contrário do que se possa pensar, ir de avião chega a ser metade do preço de ir de comboio ou autocarro, e acaba por ser uma experiência bem mais agradável do que ir de comboio, adoro andar de avião, adoro aeroportos e claroooooo as Duty Free Shops.
A Rynair tem voos a 10 euros mais extras, como escolha de lugares etc etc...Vai ser a primeira vez que vou viajar por uma companhia low cost, portanto as comparações ficam para mais tarde.

Em termos de alojamento, concordamos logo em optar por um apartamento. Pessoalmente acho mais giro, acabam por viver mais a cidade, além de terem mais privacidade, têm  mais espaço. Vai haver um post sobre apartamento, que é lindo de morrer!!

Mala de cabine... Um desafio superado!!!
Se as malas das mulheres de dia a dia já são o que são, imaginem as de viagem. Não interessa se vou ficar um dia ou uma semana, parece que nunca há espaço para tudo aquilo que é "essencial", e depois nem dou uso. Se fazer a minha mala de porão para Paris foi complicado, de modo a levar tudo o que precisasse, e me sobrasse espaço para o que queria trazer, imaginem uma mala de cabine pequena!!! Se vão viajar em low cost, têm de ter em atenção: as medidas da mala e o peso, que neste caso são 9kg, senão têm de pagar uma taxa, que por sinal não é nada barata.


A esta hora, estou eu provavelmente a chegar à Invicta, com um sorriso de orelha a orelha, máquina fotográfica ao pescoço, ansiosa por conhecer mais desta cidade cheia de história, onde no passado passaram tantos povos, os sítios mais emblemáticos, experimentar o belo do vinho, as tapas, as francesinhas, andar até os pés não aguentarem mais e claro desfrutar e aproveitar ao máximo da companhia.





CONVERSATION

1 comentários:

  1. Porque não visitar a praia do baleal e o meu hostel Castaway. Obrigada.

    ResponderEliminar