Superar O Fim De Uma Relação



“Nobody goes through life without having their heart broken and one day you'll wake up and it will be okay.” 


O post de hoje é bem diferente do habitual, nada tem a ver com moda, beleza e lifestyle, é sobre um assunto muito mais delicado e pessoal, sobre algo que 90% de nós já passou ou vai passar pelo menos uma vez na vida: o fim de uma relação.

As pessoas lidam de forma diferente com isso, consoante os mais variados factores, como a intensidade com que foi vivida a relação, se a pessoa é mais sensível, tempo da relação ou a forma como acabou... Algumas pessoas levam dias, semanas e outras levam meses a superarem, é necessário respeitarmos o tempo, por vezes as feridas demoram mais a sarar é normal, temos de aceitar isso e fazer de tudo para mudar o nosso estado de espírito, o tempo vai sarando.

O fim de um relacionamento pode ser bastante complicado e doloroso, acreditem, que é algo que nos pode destruir por completo, impede-nos por vezes de fazer a nossa vida normalmente, simplesmente porque um estado de tristeza e nostalgia tomou conta de nós, parece que falta algo, começamos a perder o controlo por vezes das nossas ações agimos de forma completamente irracional, todos os nossos pensamentos vão parar à pessoa, sentimos uma culpa enorme e achamos que a pessoa era a "tal", que nunca ninguém nos vai fazer tão felizes e todos aqueles clichês. Acreditem esse pensamento muda, há milhões de pessoas neste mundo!!!!

Não há nenhuma formula mágica, não há um conjunto de regras, felizmente, mal seria se houvesse era sinal que os nossos sentimentos e emoções eram mecanizadas. Primeiro, nunca serão os primeiros nem os últimos a sofrer por amor.
A coisa boa no meio deste sofrimento todo é que vocês vão conhecer-se realmente, aprendem a ser fortes, e a fazer as coisas pura e simplesmente por vocês, aprendem que a vossa felicidade não depende absolutamente de mais ninguém.
Reencontra-te, viaja, conhece pessoas novas, lê, investe o teu tempo em algo que sempre quiseste fazer, como por exemplo um curso de costura, pratica desporto, aulas de música ou cria um blog, alarga os teus horizontes, acredita que isto vai fazer toda a diferença, quando te estás a dedicar a algo de alma e coração, vais te sentido melhor contigo próprio, a tua confiança volta ao de cima e isso é imprescindível e para mim é o principal.



Posteriormente, estabeleçam metas e objetivos pessoais, mas escrevam-nos e coloquem-nos num sítio onde os podem ler todos os dias, e lutem para os alcançar, façam da vossa fraqueza a vossa força, acreditem que quando derem por vocês todos aqueles sentimentos de dor e tristeza desapareceram .
O que não nos mata, torna-nos mais fortes, e mais decididos, à medida que vão vivendo e ganhando amor próprio vão saber o que querem no futuro, o que querem num relacionamento e o tipo de pessoa que precisam para o relacionamento resultar. Um relacionamento é composto por duas pessoas, não uma, há que remar por tanto pela mesma direção, se não esqueçam. Para além disso o amor próprio evita certos problemas num relacionamento como os ciúmes descontrolados.

Não tenham pressa em arranjar alguém, aproveitem o que a vida tem de melhor, estarem constantemente com a necessidade de terem alguém só mostra que a vossa felicidade é sempre dependente de alguém. Divirtam-se e vivam, não forcem nada, as melhores coisas da vida são inesperadas. Nunca, mas nunca usem ninguém para esquecer outra pessoa, ninguém merece uma humilhação dessas.

Restabeleçam contactos, normalmente quando começamos a namorar, afastamo-nos dos nossos amigos e amigas (às vezes até demais!!), são eles que vos podem ajudar a levantar, que vos vão ajudar e acima de tudo a voltar a "viver".

Em relação às playlists para o coração partido do Spotify, filmes e derivados que façam lembrar a pessoa, não oiçam e não vejam. Procurem outras músicas, artistas e filmes. Além de enriquecerem a vossa cultura cimatográfica e musical.

Espero do fundo do coração que este post vos tenha sido útil ou tenha ajudado de certa maneira. Se quiserem mais posts destes sobre um tema específico, enviem-me um mail (está na barra lateral das informações) eu irei responder, com todo o gosto!










CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário