Dicas: Lidar Com a Ansiedade



Há uma semana, coloquei uma imagem nas redes sociais a dizer que me ia afastar do blog por uns tempos, e no post de hoje vou abrir o meu coração sobre a razão: crises de ansiedade. Quando coloquei a imagem, recebi inúmeras mensagens, carinhosas, acreditem que a razão de estar aqui uma semana depois deve-se a essas mensagens, que quero agradecer do fundo do meu coração, não tenho mesmo palavras. O blog é algo a que dedico grande parte do meu tempo e vida, grande parte das decisões na minha vida têm em conta o blog, algo a que gosto de me dedicar de corpo e alma,o que faz com que ao passar por uma fase menos boa na minha vida, não me sinta tão apta para isso.

 Quem me conhece, sabe que sou uma pessoa ansiosa, não consigo estar quieta, tenho de estar sempre a fazer algo, preocupo-me muito com o meu futuro, quando me dedico a algo é de alma e coração, devem estar a pensar: "Mas isso é bom", sim é verdade. No entanto por vezes acontecem situações inesperadas, na nossa, ou na vida dos que amamos que fazem com que essas "coisas" boas, se tornem num verdadeiro bicho papão, ao ponto de nos consumirem psicologicamente e fisicamente, traduzindo-se em crises de ansiedade: noites passadas em branco, crises de choro, uma preocupação e busca extrema pelo perfeccionismo, faltas de ar, ...

 A verdade, é que todos nós passamos por fazes menos boas da nossa vida, por inúmeras razões. No post de hoje venho partilhar com vocês algumas dicas, que resultam comigo, para lidar com este bicho papão que afeta por vezes a nossa vida mais do que deveria. Porque não, o respirar fundo e ter calma, não resulta e só deixa uma pessoa mais ansiosa!


Cuidem-se
Em fazes de maior stress e ansiedade, estamos preocupados com tudo e esquecemo-nos de nós. É importante tirarmos tempo para nós, desliarmo-nos do mundo, esquecer os problemas, trabalhos e companhia. Uma ida ao cabeleireiro, esteticista, uma massagem  ou uma tarde de compras são excelentes opções. Ao fazerem isto, estão a mimar-se e a cuidarem da vossa auto-estima.

Caminhadas
Eu e o exercício físico não somos lá muito amigos, no entanto adoro fazer caminhadas e é algo que me baixa muito a ansiedade, vão logo pela manhãzinha, coloquem os fones nos ouvidos, ouçam musica, se tiverem cães levem os cães, acreditem que é uma terapia.

Mantenham o foco no presente
Viver demasiado no passado e especialmente no futuro, coloca-nos num estado de ansiedade terrível, e não aproveitamos o presente. Quando a nossa mente se dedica unica e exclusivamente ao presente temos uma capacidade de análise e ação muito maior em relação às situações que se estão a passar na nossa vida. Se a ansiedade for por causa do passado pensem, que não podem fazer nada para o mudar.

Conheçam as vossas limitações
Isto é muito importante, é sinal de maturidade. Quem se conhece bem, respeita os seus limites, consegue dizer que não e proteger-se. Esta questão da limitação também é muito importante no que diz respeito aos outros, por vezes ficamos nervosos e ansiosos com situações que possam estar a acontecer na vida dos que amamos, e que por vezes por muito que tentemos ajudar não conseguimos, ou porque a pessoa não deixa ou porque simplesmente está mesmo fora do nosso alcance.

Evitem pensamentos negativos
Nestas crises de ansiedade, termos uma percepção da realidade completamente distorcida, temos tendência a sofrer imenso por antecipação, achamos que tudo vai correr mal, que não somos capazes de atingir metas...Isto não é nada fácil de se fazer, mas é um exercício de auto-controlo, que ajuda muito, contrariem a vossa mente, sempre que não se acharem capazes de algo e não sofram por antecipação.

Organização acima de tudo
Isto é tão mas tão importante!!! É algo a que tenho trabalhado nos últimos meses, quem me conhece sabe que sou a pessoa mais desorganizada do mundo, sempre fui assim, no secundário só era organizada em termos de tempo de estudo e diversão, porque de resto.. papeis espalhados no quarto, post-its ao lado da cama para não me esquecer das coisas, nos testes com a ansiedade de colocar tudo cá para fora nunca seguia a ordem do teste, e sempre dificultei a vida aos professores no que toca à correção.
Trabalhar, estudar e viver num ambiente minimamente organizado ajuda no equilíbrio emocional e no controlo da ansiedade. Além disso, quando melhor organizarmos o nosso tempo, mais o aproveitamos, o que reduz muitos fatores causadores da ansiedade.

Agarrem-se às pessoas que amam 
Amigos/as, namorado/a, família, construam um sistema de apoio. Quem vos ama, vai estar de braços e coração aberto para vocês, quando se sentirem mal, não se isolem, não tenham medo de desabafar. Ao ouvirem outras pessoas, vão ver o problemas com outros olhos, ver outras soluções, e vão sentir-se menos vulneráveis. Nunca, mas nunca se isolem, isso é a pior coisa que podem fazer.


Com isto, depois de uma semana e meia parada, voltei com mais força que nunca, cheia de projetos incríveis, posts e novidades boas para vos contar! Obrigada Obrigada Obrigada do fundo do coração, mais uma vez por todas as mensagens de carinho e força, não sonham o quanto isso me deu força, e fez os meus dias. Obrigada por seguirem as minhas maluquices, aventuras e pancas, por cada like, cada visualização, e por fazerem com que o blog esteja cada vez a crescer mais, por fazerem com que as madrugadas passadas a escrever e os dias a morrer de cansaço e sono valham a pena! Obrigada obrigada obrigada!!!






CONVERSATION

1 comentários:

  1. Minha querida, este toca-me imenso por também sofrer com ansiedade. Não é fácil. Estou constantemente a pensar no futuro, no minuto, na hora, na semana seguinte, no que pode acontecer. Aquele "e se" que nunca se torna realidade mas que assombra a minha vida sem parar.

    Espero que estejas melhor, e que esta luta constante um dia se torne apenas um pesadelo distante. Muita força minha querida! Beijinhos <3

    http://un-faux-pas.com

    ResponderEliminar